(19) 3454-3000

5 riscos de manter motores elétricos antigos e sem manutenção

Motores elétricos podem trazer diversos riscos à sua produção, principalmente se não passarem por manutenções constantemente. Por isso, é importante levar em conta que esses aparelhos requerem atenção especial, e o tempo entre manutenções para motores elétricos antigos deve ser bem menor do que as dos motores novos, uma vez que os antigos estão mais propensos à danos e falhas. Na rotina de trabalho, é preciso considerar manutenções preditivas constantes, a fim de evitar problemas para os profissionais e a linha de produção da sua empresa. Manter motores antigos em funcionamento pode acarretar problemas, como:

1- Risco de explosão e incêndio: o tempo de vida operacional do enrolamento de um motor elétrico depende de vários fatores, como a especificação correta – tensão, frequência, potência, fixação, dimensionamento, número de pólos e grau de proteção. Manter motores antigos em funcionamento podem gerar explosões ou incêndio na indústria.

2- Risco de curto-circuito elétrico: acontece quando a corrente elétrica mais forte passa por um circuito que sofre uma queda e cria uma descarga elétrica, que pode danificar o mesmo circuito. Quanto mais antigo, maiores as chances de perder a isolação elétrica, ocasionando superaquecimento dos fios e curto-circuito.

3- Risco de contato: para os profissionais que operam as máquinas, os motores antigos podem causar incêndio, explosão e choques devido a curtos-circuitos.

4- Menor eficiência energética: a eficiência energética está diretamente ligada à economia de energia, e pode ser potencializada com novos aparelhos na fábrica.

5- Maior custo hora máquina: além do consumo maior de energia para motores antigos e não revisados, o preço de uma manutenção corretiva na maioria das vezes é mais caro que uma preditiva ou preventiva.

Não deixe a produção parar, e evite outros problemas sérios!

Fale com a gente agora mesmo, podemos te ajudar com agilidade, qualidade e transparência.

Top